Abismo – Jorge Vercilo e Ana CArolina

Bem daqui onde estou
já não dá pra voltar
Nas alturas do amor
onde você chegar
Lá eu vou
E o que mais a fazer
a não ser me entregar?
a não ser não temer
O abismo em seu olhar
ou é mar?
O seu olhar…

Não há precipícios
na vertigem do amor
Só descobre isso
quem se jogou

Não sou eu que me faço voar
o amor é que me voa
E atravessa o vazio entre nós
pra te dar a mão
Não sou eu que me faço voar
o alto é que me voa
Meu amor é um passo de fé
no abismo em seu olhar

Ah, ah, ah…
No seu olhar
Ah, ah, ah…
Me vejo andar no ar
lá no abismo lindo
no seu olhar
Ah, ah, ah….

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s